EFT é aplicável em crianças?

Publicado por Sonia Novinsky em 28/10/2014 às 15h35

Respondendo a perguntas que nos chegam por e-mail, hoje estou colocando um texto da Tania sobre como fazer EFT com crianças.

Muitos pais me perguntam se da para fazer EFT com crianças, pois hoje uma das grandes questões é como conter uma criança 
sem usar o grito ou a palmada. E respondo que EFT pode ser muito efetivo e não tem contra indicações. Você pode usa-lo para acalmar uma criança ou ajudá-la e depois sugerir a ela que olhe de um outro ângulo emoções muito intensas ou experiências negativas.

Pesquisas mostram que focar na respiração em um momento tenso pode ser muito eficiente para se acalmar e pode ser interessante também adicionar mantras.

Por isso o EFT pode ser de grande ajuda, porque é um método que normaliza a respiração e atinge níveis inconscientes. 

Você pode usar o EFT com crianças de diversas formas:

Nos artigos anteriores você ficou sabendo que o EFT trabalha com os tappings nos pontos terminais dos meridianos. No caso de crianças, você pode fazer os tappings simplesmente seguindo seus incômodos ou sintomas. Por exemplo, um bebê está muito agitado e não consegue relaxar para dormir. Você simplesmente pode usar a receita básica e falar nas frases lembretes algo assim: esta agitação, este nervoso, este medo de relaxar, esta luta contra o sono, este receio que se eu dormir vou ficar sozinho. O interessante é que você pode tanto fazer estes tappings em você ( neste caso vc se transporta para o bebê e se dispõe 
a sentir o que ele sente), como fazer no próprio bebê. 

Se é uma criança maior, e você está tratando do medo de ficar sozinho na escola, por exemplo, você pode pedir pra ele pegar um ursinho querido ou qualquer boneca, e ensiná-lo a fazer a receita básica fazendo o tapping no ursinho.

O EFT sempre primeiro foca nas emoções, sensações e pensamentos negativos da criança, mas quando você sente que ela relaxou, que está mais calma, você pode sugerir uma ressignificação do tipo, "esse medo de ir para escola, que está diminuindo e está vindo a sensação de que lá vai ter um lanche gostoso e vou brincar com aquele amiguinho que eu 
gosto". Mas sempre que se sugere uma outra perspectiva se observa se a pessoa pode internaliza-la, porque a ideia é jamais impor uma ressignificação positiva se a negatividade ainda está presente. 

Se a criança sofre um acidente, não importa a gravidade, e está assustada, o EFT pode ser muito bom para tirar um pouco daquela emoção excessiva que não vem do ferimento mas vem do contato da criança com a vulnerabilidade inerente ao ser humano. 

Hoje vejo crianças que já fazem EFT sozinhas, antes da prova, se não conseguem dormir, se estão com muita ansiedade porque seus pais vão viajar, porque perderam uma partida ou porque estão se preparando para uma partida de tênis ou futebol, etc.

No curso que vai ser lançado em outubro com Gary Craig, o fundador do EFT, você poderá aprender a maneira correta e mais eficiente de aplicar essa técnica e vai poder ajudar seu filho também a ter mais controle de suas emoções e mais recursos para lidar com as situações adversas  da vida.

Enviar comentário

voltar para Artigos

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left fwR tsN bsd b20s show|bnull||image-wrap|news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner|left show tsN fwR fsN|news fl c05
X

Entre com seu e-mail e receba informações sobre o Curso Oficial de EFT com o criador do método.
Inscrições: Julho/2017